Fórum para discussão de todo o universo Geek: Seriados, filmes, quadrinhos, livros, games e muito mais.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Geral » Taverna » Interatividade - Jogos & RPGs » Jogos » 

Jogo do Detetive - Water Eagle Apartments

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 3 de 5]

Chris

Assim como o meu ilustre camarada aí de cima e novo membro dos Irmãos Faxineiros, reli toda a bagaça, teria muitas coisas para pontuar e no final não chegar a conclusão nenhuma. Inúmeras reações estranhas, mentiras totalmente plausíveis e atos justificáveis. Por exemplo: Puro Osso ligando para o Nilson antes da morte, o cara era enfermeiro e amigo dele, porra. Fora outras inúmeras situações desses pontos que citei, como reações estranhas do Leonard que aparentemente não se dava bem com o Puro Osso e mesmo assim lamentou para polícia, o que não é surpresa, mostrar satisfação só chamaria atenção. Agora fica minha indignação, de ter várias pontos que indicam certos membros mas o comportamento off-game não bate, como é o caso da Babi que eu citei no post anterior (eu acho). O Puro Osso ia sair para um encontro (provavelmente) antes de morrer, por que não com a veterinária? Que com medo de ser suspeita, recusou abrir a porta e foi curta e grossa posteriormente. Enfim, são todos esses tipos de coisas, pistas, apontamentos que parecem fazer sentido e no fim descobrimos que não são nada. O Josh comentou sobre ter poucas pistas faltas, de fato deve ter, mas cenários que nos jogam para direções totalmente erradas tem vários. Então tomem cuidado.

Sobre as acusação da Judith: Precipitada, não pelos argumentos, mas pelo tempo de jogo. PORÉM, não faz diferença, todos sabemos que o Lazarus seria um suspeito até morrer, acusar ele só adiantou o serviço para sabermos se de fato é ele (ou não hehe). A argumentação dela foi somente selecionando as pistas que mais lhe faziam sentido, mas repetindo o processo, podemos acusar qualquer outro membro usando fatos que levam à ele, que na verdade, são o que falei no começo do meu post: situações criadas pelo Josh para tirar seu foco do real assassino. A batata eu nem vou comentar, o assassino espertinho tentou jogar ela quente pro Lazarus.

Agora sobre a resposta/acusação do Lazarus: Muitos comentaram que foram argumentos fracos/ou que não convenceram. Bem, quando se suspeita de alguém, qualquer desculpa pode parecer esfarrapada. Mas estão simplesmente ignorando um fato importante: O jogo tá recém começando, o próprio não acusaria alguém há essa altura (nem tão alta) do campeonato. Ele foi obrigado a se defender da acusação acusando o membro que ele mais suspeitava, só isso. Ele não foi o atirador da rodada, foi o alvo.

Repito, assim como outros membros, é muito cedo para qualquer coisa. Se fomos tomar pistas como concretas desde já, eu poderia simplesmente acusar a Daenerys porque costuma ficar acordada de madrugada para fumar, coincidentemente no horário de um (ou dois, não lembro) dos crimes. Vou mais longe ainda: Diria até que é cedo para SUSPEITAR de alguém concretamente, caso contrário, eu já estaria suspeitando que o assassino é um dos membros desfavorecidos de cuidados (tirando eu, obviamente), por detalhes simples que podem ser apenas furo de roteiro do Josh: Como a beladona no creme de barbear, que descobri ao pesquisar que deve ser ingerida para TALVEZ ser fatal, dependendo da planta e forma extraída do veneno. Corrijam-me se eu estiver errado, mas isso não mataria alguém pelos poros. Não estou dizendo que se engaram quanto à causa da morte, mas sim, que possivelmente o assassino foi descuidado/precipitado. Ou o Josh é preguiçoso mesmo.

Quero citar algo da morte do Jesus agora, tem gente já assumindo que foi uma faca e por alguém sem habilidade de manuseio e etc etc. Mas a arma do crime só fora dita como um objeto cortante, pode ser muito bem um caco de vidro (adoraria poder dizer que era o faltante na janela que o Prime foi jogado, mas não bate na cronologia) ou qualquer outra coisa que facilmente seria associada a qualquer outro membro: Um bisturi da veterinária/enfermeiro, uma faca de cozinha do cozinheiro, uma faca de açougue do açougueiro (que segundo a detetive, pode ser inexperiente, o que para muita gente vi que explicaria o lance da morte do Jesus) e por aí vai.

Infelizmente tudo que fiz nesse post foi pontuar detalhes sem esclarecer a cabeça de ninguém, porque como já repeti mil vezes, estamos no começo do jogo onde qualquer merda é suspeita. Então agora que já disse esse monte de inutilidade, vamos ao que interessa: Eu já falei antes (não no tópico) que eu não acredito que o Lazarus seja o assassino, então isso, misturado com o a vontade de ver o circo pegar fogo e ter um dos suspeitos no jogo ainda me faz tomar a seguinte decisão: Eu acuso o Gulielmus.

Não tenho inúmeras e concretas suspeitas sobre ele, então isso será meramente estratégico. Em outras palavras, estou acusando qual dos dois eu vejo que tem mais chances de ser o assassino, para assim, livrar a pele do outro. Volto a falar: Não acho que o Guliel seja o assassino, para mim, ele tem apenas pistas rasas como qualquer outro membro (Daenerys, Leonard e até mesmo o próprio Lazarus), eu precisaria de mais para de fato suspeitar fortemente dele.

Eu sou um dos menos suspeitos nesse jogo, uma presa fácil para o assassino, assim possibilitando a permanência somente daqueles que poderiam tirar o foco dele. Pensando como jogador, civil, pode parecer então uma contradição manter o Lazarus, por isso que estou dando um tiro no escuro para tentar acertar o alvo que é ambos os acusados permanecerem. Não acho que nenhum dos dois seja o assassino, então, pretendo mantê-los para que mais pistas liguem à eles e termos certeza que algum dos dois possa ser, de fato, o serial killer.

Agora é torcer que eu não esteja defendo o assassino e como agradecimento ele me mate no próximo capítulo, então detetive, dá uma moral aí, vamos ganhar essa bagaça. Tendo dito tudo isso, só me resta encerrar minha postagem.



Ver perfil do usuário

Gulielmus

@Chris escreveu:Agora sobre a resposta/acusação do Lazarus: Muitos comentaram que foram argumentos fracos/ou que não convenceram.

Foi a Judith no grupo do wpp.

Edit: E o Leonard.



Última edição por Gulielmus em Sab Jul 28 2018, 01:13, editado 1 vez(es)


 

Ver perfil do usuário

Daenerys

Eu estava suspeitando de Lazarus e Gulielmus no capítulo anterior, porém, reli todos os capítulos e aponto algumas suspeitas ao Leonard.

1) As velhas dizem que Leonard tem desprezo por todos os moradores. Talvez ele desprezasse Alan pelas suas festas/reuniões no seu apartamento, causando um desconforto pelo barulho que os rapazes faziam, o que ocasionou a briga entre eles dois (Acho super plausível moradores de prédio brigarem por barulho). Não sei relacionar muito bem esse fato com a causa da morte de Alan, mas como Leonard não tinha acesso ao apartamento dele, talvez ele tenha se escondido no guarda roupa, daí o motivo dele ter limpado antes de sair?

2) Jesus foi morto de uma forma não planejada, mais como uma queima de arquivo, acredito eu. O corpo foi encontrado com alguns fios de cabelo arrancados, o que possivelmente sugere que houve um embate físico entre ambos, o que pode ter feito o assassino ter se machucado durante esse embate (talvez o ombro, por isso, durante esse encontro com a detetive nesse último capítulo, ele apenas balançava um ombro), daí os cortes desregulados no pescoço de Jesus, aliado ao fato do assassino ser uma pessoa desajeitada, como o próprio detetive deduz durante a investigação da morte de Jesus, característica que novamente é posta à tona neste capítulo, em que Leonard diz ter se cortado acidentalmente durante o corte de uma carne e a detetive sugere que Leonard é um açougueiro inexperiente. Talvez, durante a morte de Jesus, ele tenha se sujado e tirado a própria roupa para não sair ensanguentado da lavanderia, e trocado a de Jesus para não encontrarem amostras do próprio sangue na roupa dele. Mas não sei, acho que ainda não consegui relacionar muito bem essa sacola e as roupas limpas de Jesus e que talvez isso seja viagem minha. Mas Jesus frequentava a casa de Alan, logo, é mais fácil ele ter os mesmos motivos para matá-lo com a razão de barulho.

3) Neste capítulo, possivelmente Leonard e sua característica desastrada tenha feito ele se cortar com o vidro ao arremessar Prime para fora (Motivado, aliás, pelo barulho do violino do rapaz, prática que as velhas alegam que Prime tinha com frequência). Daí a retirada do vidro, da mesma forma que ele retirou a roupa de Jesus, para não deixar vestígios. Como ele é açougueiro, teve essa liberdade de andar com a mão cortada sem gerar grandes alardes.

Estou muito confusa agora, mas por ora, minhas atenções estão elevadíssimas ao Leonard. Porém, não acuso ninguém.

Ver perfil do usuário

Chris

@Gulielmus escreveu:
@Chris escreveu:Agora sobre a resposta/acusação do Lazarus: Muitos comentaram que foram argumentos fracos/ou que não convenceram.

Foi a Judith no grupo do wpp.

Edit: E o Leonard.

Mata esse cara, assassino



Ver perfil do usuário

Gulielmus

@Chris escreveu:
@Gulielmus escreveu:
@Chris escreveu:Agora sobre a resposta/acusação do Lazarus: Muitos comentaram que foram argumentos fracos/ou que não convenceram.

Foi a Judith no grupo do wpp.

Edit: E o Leonard.

Mata esse cara, assassino

Me protege, detetive.



 

Ver perfil do usuário

Dwight

@Daenerys escreveu:Não sei relacionar muito bem esse fato com a causa da morte de Alan, mas como Leonard não tinha acesso ao apartamento dele, talvez ele tenha se escondido no guarda roupa, daí o motivo dele ter limpado antes de sair?

Isso é uma metáfora sobre sair do armário. Leonard tinha vontade de participar dos bacanais homossexuais homéricos de Alan, mas devido a sua sexualidade reprimida pelo pai abusivo na infância, guardou isso e transformou em ódio. Ódio assassino?


Tic-tac, @Leonard.



Ver perfil do usuário http://filmow.com/usuario/lamb

judith

@Chris escreveu:
@Gulielmus escreveu:
@Chris escreveu:Agora sobre a resposta/acusação do Lazarus: Muitos comentaram que foram argumentos fracos/ou que não convenceram.

Foi a Judith no grupo do wpp.

Edit: E o Leonard.

Mata esse cara, assassino

foi fraco mesmo uai

Como a beladona no creme de barbear, que descobri ao pesquisar que deve ser ingerida para TALVEZ ser fatal, dependendo da planta e forma extraída do veneno. Corrijam-me se eu estiver errado, mas isso não mataria alguém pelos poros. Não estou dizendo que se engaram quanto à causa da morte, mas sim, que possivelmente o assassino foi descuidado/precipitado. Ou o Josh é preguiçoso mesmo.

Gostaria de lembrar que Lazarus como cozinheiro usa igredientes "secretos" e que em um desses bacanais digo encontros na casa do Alan, ele poderia presentear a beladona como folhas de chá, e ter colocado uma dose concentrada no creme de barbear para disfarçar o real motivo da morte, ou até mesmo o uso continuo do creme com essa dose concentrada poderia ser fatal(isso depende do nivel de quão profundo o josh ta levando esse JDD)

Outro ponto importante para se ressaltar, é que Guli como químico poderia usar algo muito mais letal porém menos alertivo para tal assasinato, talvez mudando a formulação do produto, pq novamente lembrando ele é químico e não graduado em botânica

As rosas, bom (novamente considerando a profundidade que josh está levando este jogo) rosas precisam de um lugar fresco, sol e água para sobreviver, isso levando em conta que elas demoram em média um ano para ocorrer a primeira poda, e um ambiente hostil cheio de odores estranhos e químicos em volta como o apt de Guli, desvalida o fato dele conter plantas em sua casa.

[PARTE MERAMENTE TIRADAS DA MINHA IMAGINAÇÃO FERTIL SÓ PRA SACANEAR (ou não)]

Com todos do DP focados na segunda cena do crime em uma conexão entre as vitimas e Lazarus poderia possivelmente  depois do trabalho ter ido até o apt de Alan para ver se não tinha descoberto a folhas de beladona ele as encontra porém ele olha pra janela e percebe que o som do violino parou, ele se vira e prime estava olhando pra ele sem entender, logo Lazarus se desespera, pois sabe que prime poderia denunciar tal acontecimento, então em um ato de loucura Lazarus segura o violino de prime o empurrando para a morte, sem saber o que fazer Lazarus coloca o violino em sua bag de utensílios de cozinha, vai para o seu apartamento e espera até o momento que os detetives o encontram e ele propõe o jantar, para assim descobrir o nivel da investigação.
E vocês já uma bag de utensílios de cozinha? não?
Eu mostro sem problema



Poderia aqui caber um violino? isso eu deixo para vocês e obrigada pela atenção



Ver perfil do usuário

Prime

@judith escreveu:
@Chris escreveu:
@Gulielmus escreveu:
@Chris escreveu:Agora sobre a resposta/acusação do Lazarus: Muitos comentaram que foram argumentos fracos/ou que não convenceram.

Foi a Judith no grupo do wpp.

Edit: E o Leonard.

Mata esse cara, assassino

foi fraco mesmo uai

Como a beladona no creme de barbear, que descobri ao pesquisar que deve ser ingerida para TALVEZ ser fatal, dependendo da planta e forma extraída do veneno. Corrijam-me se eu estiver errado, mas isso não mataria alguém pelos poros. Não estou dizendo que se engaram quanto à causa da morte, mas sim, que possivelmente o assassino foi descuidado/precipitado. Ou o Josh é preguiçoso mesmo.

Gostaria de lembrar que Lazarus como cozinheiro usa igredientes "secretos" e que em um desses bacanais digo encontros na casa do Alan, ele poderia presentear a beladona como folhas de chá, e ter colocado uma dose concentrada no creme de barbear para disfarçar o real motivo da morte, ou até mesmo o uso continuo do creme com essa dose concentrada poderia ser fatal(isso depende do nivel de quão profundo o josh ta levando esse JDD)

Outro ponto importante para se ressaltar, é que Guli como químico poderia usar algo muito mais letal porém menos alertivo para tal assasinato, talvez mudando a formulação do produto, pq novamente lembrando ele é químico e não graduado em botânica

As rosas, bom (novamente considerando a profundidade que josh está levando este jogo) rosas precisam de um lugar fresco, sol e água para sobreviver, isso levando em conta que elas demoram em média um ano para ocorrer a primeira poda, e um ambiente hostil cheio de odores estranhos e químicos em volta como o apt de Guli, desvalida o fato dele conter plantas em sua casa.

[PARTE MERAMENTE TIRADAS DA MINHA IMAGINAÇÃO FERTIL SÓ PRA SACANEAR (ou não)]

Com todos do DP focados na segunda cena do crime em uma conexão entre as vitimas e Lazarus poderia possivelmente  depois do trabalho ter ido até o apt de Alan para ver se não tinha descoberto a folhas de beladona ele as encontra porém ele olha pra janela e percebe que o som do violino parou, ele se vira e prime estava olhando pra ele sem entender, logo Lazarus se desespera, pois sabe que prime poderia denunciar tal acontecimento, então em um ato de loucura Lazarus segura o violino de prime o empurrando para a morte, sem saber o que fazer Lazarus coloca o violino em sua bag de utensílios de cozinha, vai para o seu apartamento e espera até o momento que os detetives o encontram e ele propõe o jantar, para assim descobrir o nivel da investigação.
E vocês já uma bag de utensílios de cozinha? não?
Eu mostro sem problema



Poderia aqui caber um violino? isso eu deixo para vocês e obrigada pela atenção



boa fic



Ver perfil do usuário

Chris

@judith escreveu:Gostaria de lembrar que Lazarus como cozinheiro usa igredientes "secretos" e quem em um desses bacanais digo encontros na casa do Alan, ele poderia presentear como folhas de chá, e ter colocado uma dose concentrada no creme de barbear para disfarçar o real motivo da morte, ou até mesmo o uso continuo do creme com essa dose concentrada poderia ser fatal(isso depende do nivel de quão profundo o josh ta levando esse JDD)

Improvável, porque no momento em que o Josh crava que a morte foi por beladona encontrada no creme de barbear e posteriormente revelasse que na verdade o que matou o Puro Osso foi um chá ou qualquer coisa do tipo, ele ocultou uma informação/pista de grande importância. O mesmo já falou que as pistas não são tão sutis assim, e há poucas falsas, ele não faria a causa da morte primordial ser uma enganação.

Quanto a dose concentrada de beladona, há menos que o Puro Osso comia o creme de barbear, não importa a quantidade. Se o assassino pôde escolher a morte da vítima 0, ou ele foi descuidado ou torcia para o Puro Osso se cortar toda vez que fazia a barba. Por isso que eu disse, pode ter sido só um equivoco do Josh também, caso ele tenha colocado esses detalhes na primeira morte. Não que isso tenha atrapalhado, mas achei válido citar, me fez tirar umas boas ideias do assassino (se de fato ele deu a ideia do veneno).



Ver perfil do usuário

Daenerys

@Chris escreveu:Como a beladona no creme de barbear, que descobri ao pesquisar que deve ser ingerida para TALVEZ ser fatal, dependendo da planta e forma extraída do veneno. Corrijam-me se eu estiver errado, mas isso não mataria alguém pelos poros. Não estou dizendo que se engaram quanto à causa da morte, mas sim, que possivelmente o assassino foi descuidado/precipitado. Ou o Josh é preguiçoso mesmo.

Na real, a beladona pode ser fatal ao entrar em contato com os tecidos da mucosa, como o da boca, o que explica o creme de barbear como um local bem estratégico.

Ver perfil do usuário

Chris

@Daenerys escreveu:
@Chris escreveu:Como a beladona no creme de barbear, que descobri ao pesquisar que deve ser ingerida para TALVEZ ser fatal, dependendo da planta e forma extraída do veneno. Corrijam-me se eu estiver errado, mas isso não mataria alguém pelos poros. Não estou dizendo que se engaram quanto à causa da morte, mas sim, que possivelmente o assassino foi descuidado/precipitado. Ou o Josh é preguiçoso mesmo.

Na real, a beladona pode ser fatal ao entrar em contato com os tecidos da mucosa, como o da boca.

Assassina



Ver perfil do usuário

LazarusR

Minha acusação contra Gulielmus partiu de dois princípios: 1) Neste momento, eu realmente acredito que as pistas depõem contra ele (apesar de muitos não concordarem); 2) Eu poderia acabar preso sem ter a oportunidade de levar adiante aquilo em quê acredito.

Como já deixei muito bem enfatizado quando fiz minha acusação, eu não a teria feito ainda. Concordo plenamente com o consenso geral de que é cedo para acusar qualquer um e preferiria esperar mais. Até porque eu acredito que pelo menos 2 dos vários pontos que declarei contra o Gulielmus são plausíveis mas, não-determinantes no contexto atual. E não devolvi a acusação contra Judith porque sinceramente ainda não havia percebido nada que me fizesse considerá-la como assassina.

Entretanto, conforme as análises foram surgindo, acabei considerando algo diferente (especialmente, devido aos pontos elencados pela própria Judith).

Em termos de jogo, do ponto de vista do assassino, cada capítulo a mais é uma chance que ele tem de perder: Pistas adicionais são empilhadas sobre as anteriores e um possível padrão tende a emergir naturalmente. Considerado isso, o melhor cenário possível para o assassino é matar um personagem enquanto outro está sendo acusado pelos civis. Simplesmente, cada vez que isso acontece, é um capítulo a menos contra o assassino.

Logo, apesar de eu não suspeitar do personagem da Judith (para mim, continua sendo o Gulielmus), eu suspeito do comportamento dela como jogadora, por causa da acusação precipitada e pela relação extremamente frouxa entre as evidências que ela alegou e que está usando para tentar convencer os demais de minha culpa.

Gulielmus, em face disso, tenho uma proposta para você: Se apontar sua "arma" para Judith, eu automática e simultaneamente farei o mesmo e manterei essa decisão enquanto você mantiver a sua e mesmo que outros players decidam me acusar.

Fora isso, não muda nada: (Até novas informações) você continua sendo apenas meu maior suspeito. Como eu manteria as coisas se não houvesse sido acusado.



Ver perfil do usuário

Chris

@Daenerys escreveu:
@Chris escreveu:Como a beladona no creme de barbear, que descobri ao pesquisar que deve ser ingerida para TALVEZ ser fatal, dependendo da planta e forma extraída do veneno. Corrijam-me se eu estiver errado, mas isso não mataria alguém pelos poros. Não estou dizendo que se engaram quanto à causa da morte, mas sim, que possivelmente o assassino foi descuidado/precipitado. Ou o Josh é preguiçoso mesmo.

Na real, a beladona pode ser fatal ao entrar em contato com os tecidos da mucosa, como o da boca, o que explica o creme de barbear como um local bem estratégico.

Estratégico, porém arriscado. Seria a mesma coisa que colocar uma casca de banana no corredor para o Prime resvalar e cair da janela: um tiro no escuro. Mas como estamos num simples jogo de fórum, obviamente é aceitável, inclusive eu só pontuei porque esse detalhe me faz traçar um perfil do assassino mais descuidado de outras pessoas que eu suspeitava, que seriam mais detalhistas e certeiros.



Ver perfil do usuário

judith

@LazarusR escreveu:Minha acusação contra Gulielmus partiu de dois princípios: 1) Neste momento, eu realmente acredito que as pistas depõem contra ele (apesar de muitos não concordarem); 2) Eu poderia acabar preso sem ter a oportunidade de levar adiante aquilo em quê acredito.

Como já deixei muito bem enfatizado quando fiz minha acusação, eu não a teria feito ainda. Concordo plenamente com o consenso geral de que é cedo para acusar qualquer um e preferiria esperar mais. Até porque eu acredito que pelo menos 2 dos vários pontos que declarei contra o Gulielmus são plausíveis mas, não-determinantes no contexto atual. E não devolvi a acusação contra Judith porque sinceramente ainda não havia percebido nada que me fizesse considerá-la como assassina.

Entretanto, conforme as análises foram surgindo, acabei considerando algo diferente (especialmente, devido aos pontos elencados pela própria Judith).

Em termos de jogo, do ponto de vista do assassino, cada capítulo a mais é uma chance que ele tem de perder: Pistas adicionais são empilhadas sobre as anteriores e um possível padrão tende a emergir naturalmente. Considerado isso, o melhor cenário possível para o assassino é matar um personagem enquanto outro está sendo acusado pelos civis. Simplesmente, cada vez que isso acontece, é um capítulo a menos contra o assassino.

Logo, apesar de eu não suspeitar do personagem da Judith (para mim, continua sendo o Gulielmus), eu suspeito do comportamento dela como jogadora, por causa da acusação precipitada e pela relação extremamente frouxa entre as evidências que ela alegou e que está usando para tentar convencer os demais de minha culpa.

Gulielmus, em face disso, tenho uma proposta para você: Se apontar sua "arma" para Judith, eu automática e simultaneamente farei o mesmo e manterei essa decisão enquanto você mantiver a sua e mesmo que outros players decidam me acusar.

Fora isso, não muda nada: (Até novas informações) você continua sendo apenas meu maior suspeito. Como eu manteria as coisas se não houvesse sido acusado.

OFF[Esse JDD ta virando o programa do João Kleber e eu to adorando]

Gostaria de lembrar quiridu, que o jogo está empatado em acusações, ou seja, até o momento ninguém será preso, mas essa sua mudança repentina de "estratégia" me acusando sem uma suspeita plausivel,onde as acusações se encontram empatadas, só me faz suspeitar ainda mais de você.

Minha acusação contra Gulielmus partiu de dois princípios: 1) Neste momento, eu realmente acredito que as pistas depõem contra ele (apesar de muitos não concordarem); 2) Eu poderia acabar preso sem ter a oportunidade de levar adiante aquilo em quê acredito.

Levar adiante aquilo que você acredita ou mais assasinatos?

E apontar a "arma" pra mim? está querendo me calar Lazarus?

Então pois bem, faça o que bem entender, por que QUEM NÃO DEVE NÃO TEME, e quero deixar bem claro que você não vai me calar quiridu [EU ESTOU DE OLHOS BEM ABERTOS COM VOCÊ]

[Minha assinatura é minha opinião sobre seu post]
[I'm Judith Holmes Bitch!]



Ver perfil do usuário

Gulielmus

Lazarus escreveu:Logo, apesar de eu não suspeitar do personagem da Judith (para mim, continua sendo o Gulielmus), eu suspeito do comportamento dela como jogadora, por causa da acusação precipitada e pela relação extremamente frouxa entre as evidências que ela alegou e que está usando para tentar convencer os demais de minha culpa.

Concordo com as suspeitas, ela realmente ficou bem decidida em te acusar e bem defensiva da minha parte quando você me acusou de volta, o que até me levou a crer que, sendo ela a assassina, eu provavelmente seria o próximo alvo e por já me ter garantido, ela queria levar mais um junto como dois coelhos numa cajadada só. Entretanto, eu ainda acho que ela pode só ter se entusiasmado com o jogo, e com as pistas e suspeitas que formulou. Eu ainda acho que o mais correto seria você ter mandado a acusação dela de volta, mesmo que não fosse bem sustentada, assim você não arriscaria ter um segundo voto certo contra você, porque eu certamente não teria o feito se você não tivesse mandado ele para mim.

De qualquer jeito, quanto a sua proposta...

Continuo achando muito cedo para essas arriscadas, e, por mais suspeita que a Judith possa estar sendo, a sua contrapartida no jogo é uma das menos suspeitas, eu pessoalmente pouco consigo enxergar relação dela com as pistas apresentadas e, numa situação diferente, enxergaria uma acusação contra ela como um tiro no escuro. Além do mais, eu estaria quebrando o nosso empate e, caso o senhor acabe não fazendo o mesmo, quem sairia prejudicado seria eu. O Josh não estabeleceu muitas regras contra troca de votos e tal, então não sei quantas vezes a gente pode fazer isso, o que torna isso um tanto quanto mais arriscado para mim. E por fim, como o jogo ainda está bem no comecinho, acho que a gente pode se dar o luxo de ir esperando um pouco mais, não só para ver mais pistas, mas para manter o jogo que está ficando bem interessante. 

@Chris escreveu:Estratégico, porém arriscado. Seria a mesma coisa que colocar uma casca de banana no corredor para o Prime resvalar e cair da janela: um tiro no escuro. Mas como estamos num simples jogo de fórum, obviamente é aceitável, inclusive eu só pontuei porque esse detalhe me faz traçar um perfil do assassino mais descuidado de outras pessoas que eu suspeitava, que seriam mais detalhistas e certeiros.

Nas conversas que tivemos no chat ontem, dou créditos para o Badass também, chegamos a uma conclusão bem interessante sobre a eficácia do creme de barbear: Se considerarmos que o Alan realmente estava saindo para um encontro, e que a mulher que ele iria levar para sair não era só uma vizinha, mas como também era a assassina, fica bem lógico de se imaginar que ela própria pode ter pedido para o Puro fazer a barba antes de sair, o que iria garantir o efeito do veneno naquela exata noite. Isso novamente nos liga as mulheres do cast, e a todo o simbolismo da beladona e de veneno como uma "arma feminina". Só algo pra se considerar mesmo...



 

Ver perfil do usuário

Dwight

@judith escreveu:E apontar a "arma" pra mim? está querendo me calar Lazarus?

E não estamos todos?



Ver perfil do usuário http://filmow.com/usuario/lamb

Prime

@Dwight escreveu:
@judith escreveu:E apontar a "arma" pra mim? está querendo me calar Lazarus?

E não estamos todos?

meus lados porra



Ver perfil do usuário

Josh

@Gulielmus escreveu:
O Josh não estabeleceu muitas regras contra troca de votos e tal, então não sei quantas vezes a gente pode fazer isso, o que torna isso um tanto quanto mais arriscado para mim.

Peço que me perdoem por ter esquecido de adicionar esta regra, mas uma vez feita uma acusação, ela não pode ser desfeita ou trocada.

Porém, para recompensar vocês, já que isso não tinha ficado claro, quem já acusou pode trocar uma vez apenas antes do próximo capítulo. A partir daí, a regra começa a valer de forma rígida.



 
Spoiler:

Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Gulielmus

Então mantenho o empate e não mudo meu voto, por enquanto.



 

Ver perfil do usuário

LazarusR

Judith, o quê eu quero é pegar o assassino antes que ele me pegue, fazendo o melhor uso possível das informações que tenho. Se minha intenção fosse "calá-la", então teria devolvido imediatamente a acusação que recebi (coisa que não fiz). Logo, se estou cogitando acusá-la agora, é simplesmente porque seu comportamento está de acordo com aquilo que eu esperaria do assassino.

Gulielmus, respeito qualquer decisão sua (inclusive, achei sua resposta bastante parcimoniosa). Então, somente a título de esclarecimento, minha proposta não era você mudar seu voto (caso seja possível) para depois eu mudar o meu, mas sim, você mudar seu voto e o meu já ser considerado imediatamente igual ao seu.



Ver perfil do usuário

Leonard

Não irei escrever textos como a maioria, até porque me falta inteligência. Com relação a história, compactuo com o que o Badass propôs e com vários comentários do Chris. Com relação ao acusamento de Judith, como muitos mencionaram, acho precipitado e os argumentos vagos, mas estava decidido ir contra Gulielmus, como mencionei anteriormente, ele é meu principal suspeito, então iria acabar com minha dúvida. Porém, com os recentes acontecimentos, no qual alguns estão indo contra mim, se de fato Gulielmus for o assassino, não deve me matar, já que sou potencial suspeito ao seu lado, bem como Lazarus, então acho válido mantê-lo no jogo.

Mas com a reviravolta de hoje graças ao nosso querido e grande macho-alfa, Lazarus, eu estou acusando a Judith. Acredito que uma jogada tão arriscada e precipitada deve receber uma punição e não continuar no jogo tranquilamente. Como Lazarus mencionou, ela de fato está agindo de forma suspeita, querendo jogar tudo sobre o rapaz, mesmo com vários outros personagens tendo o mesmo nível de suspeita e argumentos tão bons quanto. Com essa minha jogada, deixo nas mãos de Lazarus e Gulielmus a segurança de que se forem na Judith, eu arcarei com as consequências e ambos poderão acusar sem receio de acontecer uma traição entre os dois.

Aos que me acusam, o assassino sabe o que faz, não comete erros, logo se eu tivesse me cortado na janela, mostra que sou descuidado o que de fato não condiz com o assassino que é articuloso e esperto o bastante por ter feito a pegadinha da batata. Eu mesmo não teria a ideia da batata, isso vai de acordo com gente experiente como Gulelmus e Dwight.

Um adendo ao Lazarus, ele menciona Em termos de jogo, do ponto de vista do assassino, cada capítulo a mais é uma chance que ele tem de perder: Pistas adicionais são empilhadas sobre as anteriores e um possível padrão tende a emergir naturalmente. Considerado isso, o melhor cenário possível para o assassino é matar um personagem enquanto outro está sendo acusado pelos civis. Simplesmente, cada vez que isso acontece, é um capítulo a menos contra o assassino.

Jogando Gulielmus contra Judith, faz com que esse argumento se volte contra você, já que se você for o assassino, estará matando tanto Prime quanto Judith, mesmo podendo deixar a votação empatada. Bom, vou levar em consideração que está agindo de forma defensiva e tirando uma possível inimiga, ou quem sabe a assassina do jogo.



Ver perfil do usuário

Josh

Capítulo 2.5


Na manhã seguinte, Joe estava no hall do prédio, observando o silêncio e o vazio. Olhou para um quadro de avisos que havia próximo da entrada principal, onde funcionários e moradores colocavam papéis com algum aviso, propaganda, ou uma simples frase motivacional. Naquele dia, Joe percebeu que havia um novo papel, impresso em uma folha A4, com uma simples frase em meio a todo o branco do material. Aproximou-se, curioso, para saber o que estava escrito.

"Um dia todos nós visitaremos o jardim de ciprestes, o mesmo no qual ele adentrou há muito tempo atrás."

Joe não entendeu nada do que aquilo queria dizer e seguiu em frente, pensando em outras coisas que o preocupavam.



 
Spoiler:

Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Luckwearer

@Josh escreveu:

Capítulo 2.5

"Um dia todos nós visitaremos o jardim de ciprestes, o mesmo no qual ele adentrou há muito tempo atrás."



Ver perfil do usuário

Gulielmus

Bem, reconsidero minha acusação ao Lazarus e redireciono ela para a Judith. Vamos ver no que isso vai dar... 



 

Ver perfil do usuário

LazarusR

Conforme combinado, minha acusação vai automaticamente para Judith.



Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 3 de 5]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum