Fórum para discussão de todo o universo Geek: Seriados, filmes, quadrinhos, livros, games e muito mais.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Geral » Taverna » Interatividade - Jogos & RPGs » Jogos » 

Jogo do Detetive - Water Eagle Apartments

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Jogo do Detetive - Water Eagle Apartments em Seg Jul 02 2018, 08:43

Josh

Water Eagle é um edifício bastante simples de Lontres. É o lar de alguns habitantes que buscam um lugar tranquilo para se viver, longe do barulho frequente do centro da cidade. Seus apartamentos abrigam pessoas de todos os tipos... mas alguns tipos não seriam tão desejáveis de existir no local.

O jogo


No Jogo do Detetive, os jogadores são personagens na história. Existe um assassino entre os civis, e um detetive disfarçado. O objetivo dos civis é encontrar e prender o assassino; do detetive é desvendar quem é o assassino e proteger civis. O assassino, por último, deve matar todos os personagens do jogo.

Todos os jogadores podem: Postar nesse tópico com suas teorias e possíveis acusações. Se o jogador quiser acusar algum personagem de forma a começar uma votação para prendê-lo, deve explicitar no seu post que está denunciando o jogador.

O assassino deve: Me mandar uma mensagem privada antes de cada capítulo, informando quem pretende matar, em qual local, a forma que matou e outras informações que julgar interessantes dizer.

O detetive pode: Neste jogo, o detetive pode ou proteger um jogador ou investigar um jogador. No primeiro caso, o personagem escolhido não poderá ser morto pelo assassino naquela jogada. No segundo caso, serão lhes dadas pistas extras sobre o jogador, que pode implicar se ele é ou não o assassino. Cabe ao detetive interpretar a nova informação.

Um jogador é preso se: A maioria das denúncias indicam ele como assassino. Quando um jogador é preso, ele perde o direito de denunciar, mas ainda pode opinar no tópico a cada dois capítulos. Atenção: Uma denúncia apenas é suficiente para um jogador ir preso. Jogadores só não serão presos se não houver denúncias ou houver um empate. Isso implica, inclusive, que o assassino pode denunciar apenas para atrapalhar os civis.

As pistas: Implicam em um personagem da história. Deve-se analisar a morte do capítulo, comportamentos dos personagens, cenários, objetos, etc. Tudo pode ser importante para desvendar o assassino. Neste jogo, nenhum assassino consegue matar alguém sem deixar vestígios.

Um novo capítulo é postado apenas quando todos os jogadores livres tiverem postado.

Para participar do jogo, basta postar neste tópico.

Jogadores até o momento

@Leonard
@Luckwearer
@Prime
@Chris
@Odassacarf
@LazarusR
@Jesus Monroe
@Daenerys
@judith
@Gulielmus
@Nilsu
@Dwight
@Babi



Última edição por Josh em Seg Jul 09 2018, 15:45, editado 5 vez(es)



 
Spoiler:

Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Leonard



Última edição por Leonard em Sex Jul 13 2018, 22:51, editado 1 vez(es)


Ver perfil do usuário

Luckwearer



Ver perfil do usuário

Prime

study



Ver perfil do usuário

Chris

@Leonard escreveu:

Isso mata o homem



Ver perfil do usuário

Odassacarf



Ver perfil do usuário

LazarusR

Dentro.



Ver perfil do usuário

Jesus Monroe

Vamos.



Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/J.WalkingDead

Daenerys

Bora.

Ver perfil do usuário

judith

Clô
Vamo vamo



Ver perfil do usuário

Gulielmus

@Leonard escreveu:
Gostosa. 



 

Ver perfil do usuário

Nilsu

Tô dentro meus praieiros



Ver perfil do usuário http://alvanista.com/nilsonbruno

Dwight

o ousado chegouu !!! kkkk




Ver perfil do usuário http://filmow.com/usuario/lamb

Josh

Capítulo 0





O detetive Joe Wise adentrou o prédio com empolgação, por se tratar do seu primeiro caso envolvendo assassinato. Possuía uma caderneta para fazer suas anotações, usando uma caneta de cor violeta.
Alguns policiais já estavam no apartamento do homem que fora morto, coletando informações. Disseram a Joe que a vítima se chamava Alan Pursso. O detetive anotou em sua caderneta a causa da morte que lhe foi informada:


Alan Pursso havia sido encontrado morto em seu próprio quarto. Após uma longa análise, descobriram que ele havia sido envenenado e que o veneno estava em seu creme de barbear. Joe não soube o que fazer com tão poucas informações. Alguém havia colocado o veneno, mas quem e quando, não se sabia.
Joe perguntou aos policiais quem havia encontrado o corpo. Lhe informaram que Chris, um habitante do Water Eagles que trabalhava como faxineiro, foi a pessoa que havia ligado para a polícia para informar sobre a morte de Alan.
Curioso, Joe quis saber um pouco mais sobre os habitantes dos apartamentos. O detetive perguntou a um morador que havia passado pelo corredor o que ele sabia sobre os outros moradores. O velho disse que sabia apenas o nome e a profissão deles, as quais Joe anotou tudo.



Por fim, Joe entrou no quarto da vítima para obter uma análise mais profunda. Era um lugar simples, com apenas um guarda-roupa, uma cama, uma mesa com livros e uma cadeira de madeira. Alan havia sido encontrado morto em sua cama, bastante bagunçada. Ele estava com o celular ao seu lado.
A mesa estava empoeirada, um sinal de que Chris estava prestes a limpar o apartamento quando encontrou o corpo de Alan. A cadeira possuía um cachimbo em cima, talvez simbolizando que Alan fosse fumante. O guarda-roupa, de cor branca, estava estranhamente limpo.


Joe achou que possuía informações suficientes sobre a morte e agora precisava interrogar pessoas. Ele nunca esteve tão empolgado.

Primeiro, Joe interrogou as cinco pessoas que moravam no mesmo andar que Alan: Chris, Dwight, Luckwearer, Gulielmus e Daenerys. Depois, as pessoas que moravam nos andares seguintes e assim por diante.





 
Spoiler:

Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Gulielmus

Como já é de costume de JDDs, tá complicadíssimo de se formular qualquer tipo de argumento convincente o suficiente para se acusar alguém tão cedo, então vai ter que rodar mais um no próximo pra pintar algumas pistas melhores e que dê pra relacionar com as desse cap. Foda que nem ter um suspeito mais provável eu consegui ter, só consegui mesmo enxergar alguns elementos que ligam certas pessoas ao Puro, o que não necessariamente ligariam eles ao crime. Começando pelo assassinato em si...

O método escolhido é bastante incomum e fazer isso funcionar certamente exigiu um estudo considerável da parte do assassino, ele provavelmente teve que extrair a toxina da planta e fazer o veneno por conta própria. Para mim isso já meio que ajuda a excluir um pouco a galera que tem um background em medicina, ou pelo menos não torna eles os únicos suspeitos, porque com o acesso a medicamentos e drogas que eles tem, seria bem mais simples eles terem envenenado o Puro com outra coisa. Mas talvez tenha um lance simbólico nisso, o tal veneno de beladona foi bastante marcante na idade média, é realmente conhecido por ser utilizado por mulheres como a Judith citou, já que a planta era bastante usada em cosméticos da época. 

Outro lance interessante é onde esse veneno foi colocado. A primeira coisa que se imagina é que o assassino tinha, ou teve, acesso direto ao apartamento, porque nada indicou que rolou algum tipo de invasão prévia, até porque o próprio Alan ia ter notado. A única pessoa que talvez possa ter uma cópia da chave do ap é o Chris, por ser um funcionário do prédio, se mais alguém tem, é impossível se determinar pelo que foi mostrado nesse cap. Isso leva o pensamento geral mais para o lado de que o assassino provavelmente foi uma visita, que num momento de distração da vítima foi lá e botou o veneno no creme de barbear, não seria muito difícil se considerar que só tinha um banheiro. Dá pra se pensar também que o creme de barbear já veio com esse veneno de alguma forma, pode ter sido um presente ou uma compra que veio de quem matou, embora eu ache isso bem mais improvável. Essa parte é bem complicada de se saber, porque falta muita informação sobre a linha de tempo do que aconteceu.

Outra coisa que foi meio destacada foi o guarda-roupa limpinho enquanto o resto do quarto tava empoeirado, mas o que caralhos isso significa? Não dá pra saber se a poeira já tava antes do Puro morrer, mas eu imagino que ela foi surgindo depois, o que implica que alguém limpou esse guarda-roupa recentemente, mas por quê? Quem? Se o assassino limpou, então ele tava presente na cena do crime recentemente, mesmo que o método de execução seja completamente independente da presença recente dele. Talvez o assassino, tendo acesso ao apartamento, foi lá checar pra ver se a vítima tinha morrido ou não, mas pra quê limpar o guarda-roupa? Bem aleatório isso, mas talvez diga que o Chris, sendo o faxineiro, pode ter limpado essa merda quando entrou lá e "achou" o corpo. 

Ele estar bem vestido me indica que ele tava indo pra algum encontro ou algo do gênero, talvez se encontrar com alguma das vizinhas. Isso e o veneno escolhido me fazem suspeitar mais da mulheres do cast.

Enfim, bora analisar um por um:

Dwight: Única coisa que liga ele ao Puro é dividirem o mesmo andar, é plausível eles não se conhecerem mesmo sendo vizinhos e não vejo muitas razões pra duvidar disso. A profissão dele não indica nada também.
Luckwearer: Não deu pra tirar muita coisa dele, deu a entender que ele conhecia o Puro e o que ele disse foi meio escroto. Dá pra relacionar ele com o creme de barbear envenenado, por ser um barbeiro, mas também não diz muito. 
Jesus: O monte de perfumes que a vítima tinha criam uma ligação direta e óbvia com ele, que provavelmente foi quem vendeu, mas isso não diz muito. A coisa mais curiosa nele pra mim foi o investigador ter descartado ele de primeira. O que faz ele menos suspeito que os outros? Talvez o investigador tivesse julgando a forma de agir e não captou nada de estranho nele, mas ainda acho curioso...
Leonard: Não consigo ver nenhuma ligação dele com o crime, e a ocupação diz menos ainda. 
Chris: Ele tem algumas coisas que botam ele na lista dos mais suspeitos. É o único até agora que a gente tem total certeza que tinha acesso ao apartamento do Alan, além disso tem todo aquele lance com o guarda-roupa limpo e o resto do quarto empoeirado. Sendo o faxineiro, ele teria uma excelente desculpa pra retornar a cena do crime e checar diretamente se o ato teve sucesso ou não, além de poder checar se deixou algo de incriminador para trás. Talvez essa é a explicação pro guarda-roupa estar limpo, talvez algo ficou marcado nele, alguma impressão ou coisa semelhante.
Gulielmus: Obviamente não fui eu, mas vale ressaltar que ser um professor de química não me faz ser mais suspeito. Faria se fosse professor de biologia, considerando o tipo de veneno usado. 
Daenerys: Por causa do veneno usado e sendo o machista que sou, vou considerar todas as mulheres como suspeitas em potencial. Apesar disso, não vejo muito mais ligação dela com o Puro, nem vejo muitas razões pra duvidar do que ela disse. É envolvida com medicina, mas como eu já falei lá em cima, não vejo isso como uma pista muito convincente.
Prime: É o personagem com a vibe creepy da vez, mas essa é a única coisa que consegui enxergar de peculiar nele, já que a profissão também não diz nada.
Nilsu: A vítima ter tentado ligar para ele é suspeito, já que é difícil de saber o porquê. Será que ele queria pedir ajuda? Mas se era isso, então pra que ia ligar pra alguém que estava no andar de baixo e não para alguém que estava no mesmo que ele? Podia ter ligado para o Chris, que falou ser bastante próximo dele. Além disso, segundo o que o Nilson disse, a ligação chegou a ser feita e ele que não atendeu. Mas não atendeu por que? 
Judith: Além da minha suspeita com as mulheres, o que ela disse só ajudou a reforçar. 
Odassacarf: Não vejo porque duvidar do que ele disse, é bem coerente com um programador mesmo.
Lazarus: É realmente suspeito ele não tar ali, mas acho que o investigador exagerou um pouco.
Babi: Além da reação esquisitíssima, somamos também minhas suspeitas com as mulheres do cast e ela possuir a relação mais geral com medicina. Das três, pra mim ela é a mais suspeita até agora.

Como já falei, tirei bem pouca coisa desse cap, no decorrer do que fui escrevendo aqui fui imaginando algumas paradas novas, mas pode ser só um monte de bosta e eu tar completamente errado. Se eu pensar em outra coisa eu edito aqui ou posto de novo.



 

Ver perfil do usuário

Prime

@Gulielmus escreveu:Como já é de costume de JDDs, tá complicadíssimo de se formular qualquer tipo de argumento convincente o suficiente para se acusar alguém tão cedo, então vai ter que rodar mais um no próximo pra pintar algumas pistas melhores e que dê pra relacionar com as desse cap. Foda que nem ter um suspeito mais provável eu consegui ter, só consegui mesmo enxergar alguns elementos que ligam certas pessoas ao Puro, o que não necessariamente ligariam eles ao crime. Começando pelo assassinato em si...

O método escolhido é bastante incomum e fazer isso funcionar certamente exigiu um estudo considerável da parte do assassino, ele provavelmente teve que extrair a toxina da planta e fazer o veneno por conta própria. Para mim isso já meio que ajuda a excluir um pouco a galera que tem um background em medicina, ou pelo menos não torna eles os únicos suspeitos, porque com o acesso a medicamentos e drogas que eles tem, seria bem mais simples eles terem envenenado o Puro com outra coisa. Mas talvez tenha um lance simbólico nisso, o tal veneno de beladona foi bastante marcante na idade média, é realmente conhecido por ser utilizado por mulheres como a Judith citou, já que a planta era bastante usada em cosméticos da época. 

Outro lance interessante é onde esse veneno foi colocado. A primeira coisa que se imagina é que o assassino tinha, ou teve, acesso direto ao apartamento, porque nada indicou que rolou algum tipo de invasão prévia, até porque o próprio Alan ia ter notado. A única pessoa que talvez possa ter uma cópia da chave do ap é o Chris, por ser um funcionário do prédio, se mais alguém tem, é impossível se determinar pelo que foi mostrado nesse cap. Isso leva o pensamento geral mais para o lado de que o assassino provavelmente foi uma visita, que num momento de distração da vítima foi lá e botou o veneno no creme de barbear, não seria muito difícil se considerar que só tinha um banheiro. Dá pra se pensar também que o creme de barbear já veio com esse veneno de alguma forma, pode ter sido um presente ou uma compra que veio de quem matou, embora eu ache isso bem mais improvável. Essa parte é bem complicada de se saber, porque falta muita informação sobre a linha de tempo do que aconteceu.

Outra coisa que foi meio destacada foi o guarda-roupa limpinho enquanto o resto do quarto tava empoeirado, mas o que caralhos isso significa? Não dá pra saber se a poeira já tava antes do Puro morrer, mas eu imagino que ela foi surgindo depois, o que implica que alguém limpou esse guarda-roupa recentemente, mas por quê? Quem? Se o assassino limpou, então ele tava presente na cena do crime recentemente, mesmo que o método de execução seja completamente independente da presença recente dele. Talvez o assassino, tendo acesso ao apartamento, foi lá checar pra ver se a vítima tinha morrido ou não, mas pra quê limpar o guarda-roupa? Bem aleatório isso, mas talvez diga que o Chris, sendo o faxineiro, pode ter limpado essa merda quando entrou lá e "achou" o corpo. 

Ele estar bem vestido me indica que ele tava indo pra algum encontro ou algo do gênero, talvez se encontrar com alguma das vizinhas. Isso e o veneno escolhido me fazem suspeitar mais da mulheres do cast.

Enfim, bora analisar um por um:

Dwight: Única coisa que liga ele ao Puro é dividirem o mesmo andar, é plausível eles não se conhecerem mesmo sendo vizinhos e não vejo muitas razões pra duvidar disso. A profissão dele não indica nada também.
Luckwearer: Não deu pra tirar muita coisa dele, deu a entender que ele conhecia o Puro e o que ele disse foi meio escroto. Dá pra relacionar ele com o creme de barbear envenenado, por ser um barbeiro, mas também não diz muito. 
Jesus: O monte de perfumes que a vítima tinha criam uma ligação direta e óbvia com ele, que provavelmente foi quem vendeu, mas isso não diz muito. A coisa mais curiosa nele pra mim foi o investigador ter descartado ele de primeira. O que faz ele menos suspeito que os outros? Talvez o investigador tivesse julgando a forma de agir e não captou nada de estranho nele, mas ainda acho curioso...
Leonard: Não consigo ver nenhuma ligação dele com o crime, e a ocupação diz menos ainda. 
Chris: Ele tem algumas coisas que botam ele na lista dos mais suspeitos. É o único até agora que a gente tem total certeza que tinha acesso ao apartamento do Alan, além disso tem todo aquele lance com o guarda-roupa limpo e o resto do quarto empoeirado. Sendo o faxineiro, ele teria uma excelente desculpa pra retornar a cena do crime e checar diretamente se o ato teve sucesso ou não, além de poder checar se deixou algo de incriminador para trás. Talvez essa é a explicação pro guarda-roupa estar limpo, talvez algo ficou marcado nele, alguma impressão ou coisa semelhante.
Gulielmus: Obviamente não fui eu, mas vale ressaltar que ser um professor de química não me faz ser mais suspeito. Faria se fosse professor de biologia, considerando o tipo de veneno usado. 
Daenerys: Por causa do veneno usado e sendo o machista que sou, vou considerar todas as mulheres como suspeitas em potencial. Apesar disso, não vejo muito mais ligação dela com o Puro, nem vejo muitas razões pra duvidar do que ela disse. É envolvida com medicina, mas como eu já falei lá em cima, não vejo isso como uma pista muito convincente.
Prime: É o personagem com a vibe creepy da vez, mas essa é a única coisa que consegui enxergar de peculiar nele, já que a profissão também não diz nada.
Nilsu: A vítima ter tentado ligar para ele é suspeito, já que é difícil de saber o porquê. Será que ele queria pedir ajuda? Mas se era isso, então pra que ia ligar pra alguém que estava no andar de baixo e não para alguém que estava no mesmo que ele? Podia ter ligado para o Chris, que falou ser bastante próximo dele. Além disso, segundo o que o Nilson disse, a ligação chegou a ser feita e ele que não atendeu. Mas não atendeu por que? 
Judith: Além da minha suspeita com as mulheres, o que ela disse só ajudou a reforçar. 
Odassacarf: Não vejo porque duvidar do que ele disse, é bem coerente com um programador mesmo.
Lazarus: É realmente suspeito ele não tar ali, mas acho que o investigador exagerou um pouco.
Babi: Além da reação esquisitíssima, somamos também minhas suspeitas com as mulheres do cast e ela possuir a relação mais geral com medicina. Das três, pra mim ela é a mais suspeita até agora.

Como já falei, tirei bem pouca coisa desse cap, no decorrer do que fui escrevendo aqui fui imaginando algumas paradas novas, mas pode ser só um monte de bosta e eu tar completamente errado. Se eu pensar em outra coisa eu edito aqui ou posto de novo.



Não acuso ninguém também.



Ver perfil do usuário

Odassacarf



Ver perfil do usuário

Leonard

Chris é o mais suspeito, pode ter talaricado a mulher do amigo-irmão conhecido como Alan, logo Alan tentou matar Chris, por vingança, na hora que Chris limpava o seu quarto, ou melhor, o guarda-roupa, Chris conseguiu se safar e acabou matando Alan por acidente, ligou para a polícia momentos depois para tentar contornar o assassinato. Aguardarei mais alguns capítulos.


Não acuso ninguém também.



Ver perfil do usuário

Dwight

*tips fedora* *detective mode: on*
The Game, Mrs Hudson, is on!

Olha, algumas relações seriam óbvias: o químico e o barbeiro. Tão óbvias que é difícil considerar por enquanto. Vale notar, no entanto, que o Gulielmus demonstrou nervossísmo.
Chris é o mais relacionável, ele admitiu que considerava Alan um irmão, motivos passionais talvez? Como o Guliel pontuou, Alan parecia arrumado para um encontro. Além de ter sido ele a encontrar o corpo e a situação esquisita do guarda-roupas limpo.
Lazarus e Babi, pela não-disponibilidade, também são suspeitos em potencial, mas há pouco a se pensar por enquanto.
O Nilson também vou marcar. A situação do telefonema indica uma proximidade que facilitaria a entrada discreta no recinto, além de ser enfermeiro, o que coloca ele numa posição muito confortável para executar esse crime sem grande alarde. Acho o mais suspeito, junto do Chris.
E suspeito do Prime também, não confio em ninguém que ao saber da morte de alguém manda um "a morte não é o fim". Eu, hein. Suspect

Por enquanto só absolvo a Judith, que pelo comentário feito indica a falta de um bom funcionamento ou exercício mental para execução de tal ato.

Spoiler:

SUSPEITO!
SUSPEITO!
SUSPEITA!
SUSPEITO!
Jesus falou que não foi ele quem matou Alan. Inocente?



@Gulielmus escreveu:Gulielmus: Obviamente não fui eu

Nem eu.

@Leonard escreveu:Chris é o mais suspeito, pode ter talaricado a mulher do amigo-irmão conhecido como Alan, logo Alan tentou matar Chris, por vingança, na hora que Chris limpava o seu quarto, ou melhor, o guarda-roupa, Chris conseguiu se safar e acabou matando Alan por acidente, ligou para a polícia momentos depois para tentar contornar o assassinato. Aguardarei mais alguns capítulos.

Enquanto o Alan tentava matar ele, Chris correu até o banheiro, envenenou o creme de barbear dele e gentilmente pediu para que ele fizesse a barba antes de terminar?



Estou te considerando inocente momentaneamente, nos mesmos moldes da Judith.




Ver perfil do usuário http://filmow.com/usuario/lamb

LazarusR

Como todo capítulo inicial deste jogo, deve haver uma pista concreta. Mas, neste momento, está flutuando à deriva num mar de ruídos. Não acuso ninguém.

Nota: Eu não estava em casa porque havia saído para comprar batatas.



Ver perfil do usuário

Jesus Monroe

Presente



Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/J.WalkingDead

Luckwearer



Ver perfil do usuário

Chris

lindíssimos falaram tudo

Primeiro capítulo é sempre difícil de comentar, e as paradas relevantes já foram ditas. Gulielmus é professor de química, o argumento de que ele não entende de biologia é furada. O Walter White entendia. Suspect

Para os que suspeitam do Chris, não faz sentido nenhum suas suposições. Só poderemos ter algo concreto quando descobrirmos se: o cachimbo estava carregado ou vazio. Suspect

Não acuso ninguém, esperar o próximo pra comentar algo mais elaborado e analítico.



Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum