Fórum para discussão de todo o universo Geek: Seriados, filmes, quadrinhos, livros, games e muito mais.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Geral » Museu dos usuários » Fanfics e histórias » 

Dwarves Aren't Gonna Shine (Anymore) - [Fic de treinamento]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Josh

Esta fic, como o título já diz, é uma forma de eu treinar a minha escrita e minhas habilidades narrativas. Como eu não me acho capaz de fazer uma fic completa e normal como alguns por aqui, decidi fazer uma bem simples inicialmente, para aos poucos ir desenvolvendo mais e mais e eu me sentir mais confortável em escrever, melhorando aos poucos.

O motivo de eu postar aqui ao invés de treinar apenas comigo mesmo é saber a opinião sobre o que eu escrevo, para então saber no que devo melhorar. Então, estou contando com os leitores para que postem aqui suas opiniões sobre o que lerem, seja sobre a escrita, a narrativa, os personagens, coesão, etc.

Os "capítulos" provavelmente serão bem curtos e inicialmente não tão detalhados. Preciso começar com algo bem simples de verdade para conseguir evoluir e evitar travamentos. No entanto, eles serão frequentes, visto que quero estar a todo momento treinando a minha escrita.

Criei isso tudo hoje (inclusive a ideia de treinar), então não tem nada de muito complexo e bem elaborado por enquanto, mas talvez com o tempo a história comece a ficar mais interessante.






Gulug I


Cinco anões viviam em uma pequena casa longe da civilização e perto da natureza. Havia uma densa floresta de um lado e montanhas do outro. No pé da região montanhosa, existia uma mina, onde os anões trabalhavam a maior parte do tempo à procura de metais preciosos e outras formas de tesouro.

Os anões não tinham uma vida fácil. Trabalhavam muito e buscavam recursos ao redor para conseguir sobreviver. Além disso, todas as noites precisavam se defender de Orcs, Goblins e outras criaturas que tentavam derrubar sua casa e matá-los. Felizmente, possuíam armas e sua casa era bem resistente, com paredes feitas de pedra. Mas ainda assim, sempre que a escuridão surgia, um momento de perigo começava.

O inverno havia começado fazia poucas semanas e parecia ser o mais rigoroso que os anões já presenciaram. Por sorte, o último outono havia sido o mais produtivo desde muito tempo e conseguiram guardar uma grande quantidade de alimentos e recursos para a estação posterior.

Chrik, o anão que vestia roupas amarelas, havia deduzido que o inverno cruel era o responsável por todas as noites daquela estação nunca ter ocorrido um único ataque de criaturas. Mas Gulug, o de vermelho, desconfiava que algo estranho estava acontecendo e precisavam manter-se alertas.

A teoria do anão havia se confirmado quando alguém havia batido na porta da pequena casa. Já era noite e os cinco moradores estavam terminando o jantar na cozinha, que possuía uma modesta lareira que os aquecia. Há muitos anos que não tinham sinal de pessoas rondando naquela região. Criaturas e monstros não costumavam pedir para entrar. Por que alguém estaria ali, em um inverno tão pesado, batendo na porta dos anões?

Os anões haviam ficado em silêncio inicialmente, encarando uns aos outros. Mas na segunda batida sabiam que tinham que fazer algo.

— Perguntamos quem é? - Luckael sussurrou no mais baixo tom de voz que conseguiu. Possuía vestimentas de cor violeta.

Gulug refletiu sobre a pergunta. Quem quer que fosse, sabia que estavam ali dentro, então não adiantava fingir que não havia ninguém dentro da casa.

— Eu pergunto - decidiu. O anão vermelho foi até o salão principal, onde estava a porta de entrada. Os outros quatro o acompanharam delicadamente.

Terceira batida.

— Quem bate? - Gulug perguntou. Todos suspiraram profundamente.
— Maruelle - uma voz aparentemente feminina respondeu. Era uma voz doce e fria. Gulug achou estranho ela não aparentar estar morrendo de frio.

Chrik rapidamente correu até a porta com intenção de abri-la, surpreendendo os seus companheiros, que não tiveram tempo de impedir a sua impulsividade. O anão amarelo destrancou a porta e a abriu, revelando que realmente havia uma mulher, humana, do lado de fora. Os anões possuíam apenas dois terços da altura da moça. Ela tinha um cabelo avermelhado, olhos azuis e um rosto que intercalava inexpressividade e melancolia. Usava um vestido branco, que não era nada apropriado para aquele inverno, e mesmo assim não sentia frio. Seu corpo era relativamente esguio.

— Posso entrar? - a humana perguntou, inofensivamente, enquanto o vento soprava seus cabelos ruivos.




Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Dwight

A escrita parece ter melhorado bastante em relação ao Autalley, só manter esse nível que tá ótimo.

Achei a ideia da fic interessante, e as imagens dos anões ficou maneira, faz uma releitura dos 7 anões aí. Só não entendi se vai continuar ela até o início do RPG, finalizar antes de começar, ou seguir paralelo?

Spoiler:
PRILORIN + ESSA FOTO DE QUEM PEIDOU E TÁ CHEIRANDO KKKK



Ver perfil do usuário http://filmow.com/usuario/lamb

Josh

@Dwight escreveu:A escrita parece ter melhorado bastante em relação ao Autalley, só manter esse nível que tá ótimo.

Achei a ideia da fic interessante, e as imagens dos anões ficou maneira, faz uma releitura dos 7 anões aí. Só não entendi se vai continuar ela até o início do RPG, finalizar antes de começar, ou seguir paralelo?

Spoiler:
PRILORIN + ESSA FOTO DE QUEM PEIDOU E TÁ CHEIRANDO KKKK

Vou seguir paralelo, já que pretendo estender isso bastante e o RPG está quase saindo. Mas o RPG não vai atrapalhar a fic e nem vice-versa. E, apesar do tema semelhante, os dois não têm relação (ou será que tem?).




Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Gulielmus

Maneiro, bom ver que você está enxergando o valor dos anões a ponto de uma fic em que eles são os protagonistas. Não sei julgar o quanto você melhorou deste o Autalley porque nem lembro mais, mas foi uma leitura prática e rápida. Se tratando de uma fic com a melhor raça de mundos medievais de fantasia, vou ficar de olho, só não prometo comentar sempre. Wink 

E já vi que essa ruiva aí vai fazer a alegria dos anões.



 

Ver perfil do usuário

Josh

@Gulielmus escreveu:Maneiro, bom ver que você está enxergando o valor dos anões a ponto de uma fic em que eles são os protagonistas. Não sei julgar o quanto você melhorou deste o Autalley porque nem lembro mais, mas foi uma leitura prática e rápida. Se tratando de uma fic com a melhor raça de mundos medievais de fantasia, vou ficar de olho, só não prometo comentar sempre. Wink 

E já vi que essa ruiva aí vai fazer a alegria dos anões.

Valeu, irmão.

Acho que a escrita do Autalley era mais detalhada e complexa comparada a desse primeiro capítulo da fic. Exigia um esforço bem maior para poder escrever e eu demorava bastante, travando em algumas partes. Então, vamos ver se praticando com algo simples e evoluindo com o tempo eu consiga algum dia ter uma facilidade maior em escrever algo mais detalhado.




Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Luckwearer

Achei interessante a trama da fic, mas como o objetivo dela é exatamente treinar sua escrita, tudo que eu tenho a comentar sobre ela em si, já que você meio que deixou ela mais direta e com poucos detalhes, é que achei boa sim. Cê tá num nível ótimo pra começar pegar uns livros e treinar que nem treinávamos antigamente, ela tá boa suficiente pra virar algo ótimo ou até mesmo excelente, tu tem toda base pra isso então continua firme e forte joshão.

Realmente, essa ficzinha já começa com uns pontos a mais só por focar em anões Wink

E outra, sou o melhor anão nessa porra, olha que anãozão da porra nessas imagens.





Ver perfil do usuário

Josh

@Luckwearer escreveu:Achei interessante a trama da fic, mas como o objetivo dela é exatamente treinar sua escrita, tudo que eu tenho a comentar sobre ela em si, já que você meio que deixou ela mais direta e com poucos detalhes, é que achei boa sim. Cê tá num nível ótimo pra começar pegar uns livros e treinar que nem treinávamos antigamente, ela tá boa suficiente pra virar algo ótimo ou até mesmo excelente, tu tem toda base pra isso então continua firme e forte joshão.

Realmente, essa ficzinha já começa com uns pontos a mais só por focar em anões Wink

E outra, sou o melhor anão nessa porra, olha que anãozão da porra nessas imagens.

Valeu, Gabriel. Ao invés de tentar me basear em GOT como antigamente, que eu travava muito e não me sentia tão confortável escrevendo, estou me inspirando mais no estilo de escrita de Hobbit, que é algo mais simples e leve. Claro que esse meu início ficou mais simples ainda, mas a tendência é que eu chegue nesse nível básico de Tolkien.

Vamos ver como isso se desenrola. Talvez comece com algo bem simples, como Hobbit, e se torne algo mais complexo e profundo como LOTR em um futuro não tão distante, mas acho que isso já é sonhar demais.




Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Josh

Prilorin I
A garota observava com curiosidade as pinturas dos sete anões na parede. Ela estava sentada na mesa de jantar, sendo vigiada por Prilorin, o anão que usava vestimentas de cor ciano. Enquanto a humana estava estranhamente muito calma, o vigia mostrava-se um pouco nervoso e tímido. Ele não havia gostado nem um pouco de ter sido deixado sozinho com ela.

— Quem pintou esses quadros? - a garota perguntou, com suavidade na voz.
— Fui eu - Prilorin era conhecido como o artista do grupo. Era ótimo com pinturas, desenhos e sabia fazer mapas como ninguém.
— Onde estão os outros dois? Só vi cinco de vocês.

Prilorin baixou seu olhar por um instante antes de responder, com um ar melancólico.

— Estão desaparecidos... e provavelmente mortos. Algo na Floresta Interminável não os permitiu voltar.

A garota encarou o anão, comovida com as perdas. O homem desviou o olhar, acanhado.

— Sinto muito - ela lhe respondeu. Em seguida, voltou a apreciar os quadros à sua frente.

Luckael I

No andar de cima da casa, havia um largo corredor com uma pequena janela no final e quatro portas de cores diferentes em cada lado. No centro do andar havia algumas mesas e cadeiras com papéis e jogos de tabuleiro em cima, onde naquele momento quatro dos anões estavam discutindo silenciosamente.

— Onde você estava com a cabeça, Chrik? - perguntou Gulug, furioso. - Já parou para pensar que trouxemos um perigo para a nossa casa?

Chrik não estava nervoso e não aparentava ter se arrependido de sua atitude. Na verdade, foi o anão mais gentil com a moça misteriosa, oferecendo comida e seu quarto para que ela dormisse.

— Já vi muitos perigos em todos esses anos por estas bandas, Gulug - Chrik respondeu. - Tenho certeza que essa doçura não se encaixa nessa definição.
— Como pode ter tanta certeza? Não é porque ela não parece um Orc que ela é inofensiva. Lembre-se de que ela não sente frio. Já viu algum humano assim?
— Não vejo um humano faz mais de quinze anos. Quem garante que não desenvolveram essa habilidade nesse meio tempo?

Dwig ainda não havia se pronunciado sobre aquilo. Dos cinco anões, era com certeza o mais silencioso, não somente em palavras, mas em movimentos. Fumava um cachimbo enquanto ouvia a discussão.

Enquanto isso, Luckael resolveu intervir.

— Vamos deixar o passado para trás e nos focar no agora. Ela já está na nossa casa, então é inútil ficar implicando sobre ela ter entrado. Temos que nos concentrar agora na permanência dela - Gulug costumava tomar à frente do grupo na maioria das decisões, por ser o mais velho dos cinco, mas Luckael foi o anão com mais postura de líder desde que Badarlig havia desaparecido na Floresta Interminável, com decisões mais sensatas. - Se ela é perigosa, não é muito inteligente simplesmente expulsá-la. Então, sugiro que tentemos conhecê-la por meio de perguntas, para sabermos se de fato ela é inofensiva ou não.

Gulug tocou sua barba e refletiu a respeito, aparentemente aprovando a ideia.

— Apoio. Posso organizar o porão agora mesmo - um sorriso começava a surgir no rosto do anão vermelho.
— Não vamos prendê-la no porão. Faremos as perguntas em uma conversa saudável, da forma mais sutil possível.
— Isso mesmo - Chrik concordou. - Temos que tratá-la da melhor maneira possível.
— Vocês que a tratem assim - disse o anão careca. - Eu não vou tratar bem uma estranha.
— Claro que vai - disse o anão de roupas amarelas. - Inclusive, você que fará as tranças no cabelo dela, iguais às que você faz na sua barba.

Gulug ficou furioso com a ideia, enquanto Luckael soltou um risinho. Dwig continuava a fumar seu cachimbo.

Prilorin II

O silêncio entre os dois era agoniante. Prilorin não sabia o que dizer, enquanto a garota permanecia apenas observando a sala de jantar, tomando um chá de hortelã. Sua ansiedade estava no auge, torcendo para os seus amigos descerem o mais rápido possível. Mas eles demoraram, mais do que ele conseguia aguentar.

— Então - o anão começou. - Você não viu nenhum tipo de criatura por perto quando estava andando por esta região?
— Não… Estava tudo muito... vazio, na verdade… Fiquei surpresa ao encontrar vocês no meio de tudo isso. - Maruelle respondeu com sua voz doce, calma e pausada.

Prilorin sentia muita vontade de perguntar de onde ela veio, por que não sentia frio e por que andava sozinha, mas tinha receio de ser desagradável, resolvendo esperar que seus amigos fizessem as perguntas.

Finalmente, os quatro anões desceram as escadas, chamando a atenção dos dois que estavam na sala quando a porta que levava ao segundo andar se abriu. Prilorin ficou extremamente aliviado.

Os anões sentaram-se nos bancos da mesma mesa que os dois estavam, preparando-se para uma conversa séria. Gulug olhava a garota com desconfiança, Chrik com apreciação e Dwig com curiosidade.

— Então, Maruelle, certo? - Luckael iniciou. - O que a traz aqui em nossa residência?

Maruelle sentiu um leve desconforto ao ver todos os anões a encarando, mas manteve-se calma.

— Eu precisava de algum lugar para ficar e a casa de vocês foi a única que encontrei nesse mar de neve.
— Por que precisava de algum lugar para ficar? Quem é você? - Gulug perguntou, com impaciência.
— Gulug, deixe que eu faço as perguntas aqui - Luckael respondeu, com um olhar sério sobre o amigo.
— Lá se foi a sutileza - disse Chrik.

Maruelle olhava para baixo enquanto os anões discutiam. Começou a ficar um pouco preocupada e pensou com mais cuidado sobre o que iria falar em seguida.

— Não se preocupem. Eu não sou um monstro. Pelo menos, não como o meu pai…
— Seu pai? - Luckael e Gulug perguntaram quase ao mesmo tempo. Aquilo chamou a atenção de todos os anões, que agora demonstraram um pouco de preocupação.
— Sim… Ele é… Digo… O motivo de eu estar aqui é que fugi dele… Ele não me tratava bem… Eu não aguentava mais… - A expressão triste de Maruelle era clara. Enquanto alguns ficaram com pena da garota, como Chrik e Prilorin, os outros ficaram extremamente preocupados.
— Quem é seu pai, se me permite perguntar? - Luckael perguntou, tentando manter o nível da discussão.
— E por que você não sente frio? - Gulug interveio.

Os ventos de inverno fora da casa estavam ficando mais fortes ao longo que a noite passava. Nesse momento, conseguiam ouvir sua alta intensidade, parecendo ser ruídos de alguma grande criatura.

Maruelle respirou fundo.

— Eu sou uma feiticeira, assim como o meu pai. Utilizei um feitiço para meu corpo não ser afetado pelo frio. Eu venho de Raserion.

Dwig parou de fumar o seu cachimbo no mesmo instante e olhou para a moça com um olhar apreensivo.

— Por acaso o nome do seu pai é Lazifeus?
— Como você sabe?

O anão sorriu e voltou a fumar seu cachimbo.

— Amigos, vamos torcer para o pai dessa moça não estar a procurando. Caso contrário, estamos mortos.




Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Mary

Gostei dos capítulos, Walt Disney. Especialmente do segundo por ter sido mais extenso e ter mostrado mais da interação dos anões entre si e com a Maruelle, deu pra ver mais da personalidade dos anões que achei bem condizente com a personalidade dos membros que os inspiraram. Sua escrita é bem direta e clara, fácil e agradável de ler, sem que as informações atropelem as outras apesar da quantidade de pessoas que estão incluídas em um só POV.

Logo de cara já achei interessante o foco da fic serem os anões. Já que o último trecho do segundo capítulo mostra que feitiçaria também está envolvida, acho que os dois elementos casam bem e que um bom arco pode ser desenvolvido daí. Observação: um dos pontos altos da história são os nomes dos personagens. You go, Josh.



Ver perfil do usuário

Josh

@Mary escreveu:Gostei dos capítulos, Walt Disney. Especialmente do segundo por ter sido mais extenso e ter mostrado mais da interação dos anões entre si e com a Maruelle, deu pra ver mais da personalidade dos anões que achei bem condizente com a personalidade dos membros que os inspiraram. Sua escrita é bem direta e clara, fácil e agradável de ler, sem que as informações atropelem as outras apesar da quantidade de pessoas que estão incluídas em um só POV.

Logo de cara já achei interessante o foco da fic serem os anões. Já que o último trecho do segundo capítulo mostra que feitiçaria também está envolvida, acho que os dois elementos casam bem e que um bom arco pode ser desenvolvido daí. Observação: um dos pontos altos da história são os nomes dos personagens. You go, Josh.

Obrigado, Mary. Eu sinto que os POVs ainda não estão da maneira como eu gostaria, sendo realmente focados no personagem do título e mostrando alguns pensamentos dele. Vou tentar desenvolver mais isso nos próximos.

Gostei dos nomes também. Só tentar pronunciar para ver como soam bem e dignos de anões de respeito.




Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Luckwearer

Dwarves Aren't Gonna Shine (Anymore) | É anunciado uma adaptação para TV e seu elenco

Depois do enorme sucesso das séries Fire and Blood, The Big Deal, Earth Kills, Fórum Geek e algumas outras, a emissora FGC agora pretende iniciar um nova empreitada. O elenco já foi divulgado:




A escrita continua boa, gostei da descrição da casa, mas duas dicas: faz os POVs focarem mais no personagem (mas não demais) e dá uma acelerada nessa trama aí, bicho.





Ver perfil do usuário

Josh

@Luckwearer escreveu:
Dwarves Aren't Gonna Shine (Anymore) | É anunciado uma adaptação para TV e seu elenco

Depois do enorme sucesso das séries Fire and Blood, The Big Deal, Earth Kills, Fórum Geek e algumas outras, a emissora FGC agora pretende iniciar um nova empreitada. O elenco já foi divulgado:




A escrita continua boa, gostei da descrição da casa, mas duas dicas: faz os POVs focarem mais no personagem (mas não demais) e dá uma acelerada nessa trama aí, bicho.

Se fosse com essa atriz aí, os anões ficariam mais desconfiados ainda, ao ver uma humana com sobrancelhas tão grandes. "Já viu alguma humana assim?" - Gulug

Como falei ali em cima, percebi que os POVs não estão tão focados nos personagens e vou melhorar isso nos próximos.

Quanto à trama, ela deve avançar um pouco mais nos próximos, principalmente no quarto ou quinto capítulo.




Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Chris

Achei simples, no bom sentido, e muito funcional.

Por ser um treinamento de escrita não esperava uma história fluída e surpreendentemente cativante. E os personagens são ótimos, principalmente o Chrik óbvio. Clô
Sobre a escrita, achei que melhorou bastante, talvez possa apenas descrever mais as coisas, mas soa hipocrisia logo eu dizer isso. Mas contudo, escreveu de forma clara e que prende o leitor, parabéns.




Ver perfil do usuário

Josh

@Chris escreveu:Achei simples, no bom sentido, e muito funcional.

Por ser um treinamento de escrita não esperava uma história fluída e surpreendentemente cativante. E os personagens são ótimos, principalmente o Chrik óbvio. Clô
Sobre a escrita, achei que melhorou bastante, talvez possa apenas descrever mais as coisas, mas soa hipocrisia logo eu dizer isso. Mas contudo, escreveu de forma clara e que prende o leitor, parabéns.

Muito obrigado pelo comentário, Chris.

Apesar da longa pausa, eu ainda tenho planos para a fic e já estou desenvolvendo a continuação, dessa vez maior e com mais acontecimentos. Tentei dar uma aprimorada nas coisas que já foram apontadas, como focar mais no personagem do Ponto de Vista. Além de que vou tentar dar mais detalhes, principalmente das emoções dos personagens que achei que ficou muito rasa nos anteriores.

Em breve devo postar algo.




Ver perfil do usuário http://forumgeek.forumeiros.com

Cuttt

Adorei queremos mais!*

Queria que sete anões me deixassem branca como a neve.



n contah pra ninguem blz?

Ver perfil do usuário https://pandlr.com/

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum